Trabalhe onde as coisas funcionam

No começo da pandemia, reagimos rapidamente para proteger os membros da nossa equipe e nossas comunidades da COVID-19. Contudo, estamos saindo dessa pandemia com pesquisa, feedback organizacional e uma mentalidade focada no futuro. Pesquisas da Gartner, Harvard Business Review e Microsoft, citando algumas, indicam que não podemos voltar à forma como as coisas eram antes da pandemia.

Na nossa pesquisa recente sobre engajamento, fizemos várias perguntas relacionadas ao local de trabalho. Reconhecemos que os membros da nossa equipe de produção confiam plenamente em nossas instalações e nos recursos disponíveis no local para realizar seus trabalhos, então continuaremos a investir nesses ambientes. Membros da nossa equipe com cargos em escritórios nos deram algumas ideias sobre como preferem trabalhar. Isso é o que descobrimos:

  • Membros da equipe desejam flexibilidade no local de trabalho
  • Membros da equipe ficam mais engajados quando têm flexibilidade no local de trabalho
  • Membros da equipe se sentem conectados à cultura e podem colaborar de forma eficaz com flexibilidade no local de trabalho

Com base em pesquisas, análise comparativa e feedback de membros da equipe, criamos três classificações para locais de trabalho: presencial, híbrido e remoto. Essas classificações são determinadas com base em onde membros da equipe realizam melhor seu trabalho diário, sem um número determinado de dias no escritório para qualquer uma das classificações.

Falamos com gerentes que têm equipes em cada classificação para ouvir por que isso funciona em sua equipe e suas melhores práticas.

Presencial: Soluções para membros da equipe

Soluções para membros da equipe fornecem atendimento ao cliente para nossos membros da equipe. Desde ajudar com perguntas sobre benefícios até integrar novos membros da equipe e receber visitantes, este grupo é fundamental em nosso campus Pella. Falamos com a responsável por Soluções para membros da equipe, Tricia Wisniewski, sobre o por que classificação presencial funciona para a equipe dela.

"Por termos contato com o cliente e oferecermos uma quantidade significativa de suporte presencial aos membros da equipe, é importante ter a nossa equipe cumprimentando pessoalmente as pessoas, compartilhando informações sobre benefícios, e isso não é possível de se fazer pelo telefone", disse Tricia. "Isso permite aos membros da equipe Vermeer um nível mais elevado de serviço ao estarmos no local."

Contudo, trabalhar presencialmente não significa perda de flexibilidade. "Descobrimos quantas pessoas precisamos ter no local todos os dias para isso funcionar", compartilhou Tricia. "O cargo de todos apresenta flexibilidade de trabalhar remotamente vez ou outra."

Embora nem sempre seja ideal, Tricia vê flexibilidade em qualquer cargo como indispensável. "É muito importante que a minha equipe tenha flexibilidade para apoiar suas famílias quando necessário, tirar folga quando estiverem doentes e utilizar banco de horas quando possível", ela disse. "Principalmente em nossa equipe com mães, queremos que permaneçam na força de trabalho e desempenhem bem em ambas as funções.”

As melhores práticas de Tricia:

  • Entender o número mínimo de membros da equipe necessários presencialmente para que a equipe funcione.
  • Administrar seus talentos de forma a viabilizar flexibilidade, permitindo que membros da sua equipe possam tirar folgas.
  • Comunicar a importância de trabalhar presencialmente para a missão da sua equipe.

Híbrido: Soluções avançadas de tecnologia

À frente da tecnologia da Vermeer está a equipe de Soluções avançadas de tecnologia (ATS). Situada em Pella e Ames, este grupo consiste de desenvolvedores de software, engenheiros de hardware, responsáveis por produto, engenheiros mecânicos e engenheiros de teste engajados em explorar e aplicar novas tecnologias aos produtos da Vermeer. Esta equipe atua tanto presencial como remotamente, sob a classificação híbrida. O engenheiro de sistemas sênior, Nathan Copeland, compartilha como a classificação híbrida funciona melhor para o trabalho importante da sua equipe.

A equipe de ATS descobriu que a classificação híbrida era o melhor modelo não apenas para realizar o trabalho, mas também para conciliar trabalho e vida pessoal. "O modelo híbrido funciona porque temos vários locais em que os indivíduos vivem e têm trabalhado mesmo antes da pandemia, já que dirigir até Pella todos os dias era uma barreira", compartilhou Nathan. "Isso acaba tomando um pouco do tempo pessoal deles. Descobrimos que o trabalho deles podia ser melhor executado com uma combinação de escritório e casa."

Com relação a nos mantermos alinhados, a equipe de software de ATS conta com o processo de desenvolvimento Ágil. "Temos scrum diário, uma lista clara de tarefas que vão ser realizadas por um período de duas semanas e revisamos essas tarefas todos os dias, no que trabalhamos no dia anterior e o que impede você de fazer coisas hoje", Nathan explicou.

Contudo, manter a equipe alinhada sobre tarefas de trabalho não é o único desafio que o modelo híbrido enfrenta. Nos scrums diários, Nathan sugere manter o clima descontraído com uma piada, pergunta ou palavra do dia. Nathan também compartilhou como a equipe de ATS se mantém conectada fora do escritório. "Tivemos encontros virtuais mensais para jogar jogos on-line", ele contou. "Há também membros da equipe que começaram a se reunir pessoalmente novamente."

As melhores práticas de Nathan:

  • Contar com reuniões estruturadas e regularmente agendadas para manter equipes híbridas alinhadas.
  • Não fique acomodado com o sentimento de que sua equipe está indo bem, tome a iniciativa de perguntar como as pessoas estão se sentindo conectadas ao trabalho que realizam.
  • Traga conforto e humor às atividades cotidianas dos scrums.

Remoto: Insights da equipe de negócios e mercado

A equipe de insights de negócios e mercado (MBI) ajuda a criar uma cultura voltada para a informação na Vermeer. Ela atinge isso por meio de pesquisa, tecnologia, dados e visualizações que transformam em insights implementáveis para que líderes de negócios da Vermeer tomem decisões informadas. O gerente de insights de negócios e mercado, Kyle Gauley, nos deu uma ideia do por que trabalhar remotamente funciona para a equipe dele.

A equipe de MBI geralmente está envolvida em pesquisas e projetos com muitos dados. Fazia sentido para eles realizarem isso remotamente, de forma que pudessem se concentrar, já que as interrupções da atividade do escritório passaram a ser limitadas.

Antes de falarmos de melhores práticas, Kyle compartilhou o segredo do sucesso da equipe remota: confiança. "Não pode haver medo de divulgar coisas no [Microsoft] Teams, onde estará para sempre", compartilhou Kyle. "Uma equipe remota precisa confiar uns nos outros para respeitar ideias e se sentir confiante para postar ideias."

Sem a infraestrutura adequada, trabalhar remotamente poderia nunca ter acontecido. A equipe de MBI depende muito de tecnologia, como o Microsoft Teams, para permanecer conectada, trabalhar em conjunto e compartilhar ideias. Como o grupo ATS, a equipe de MBI também agendou reuniões regulares para alinhamento. "Temos reuniões quase diárias. A pauta é apenas para ditar o ritmo do que você está trabalhando e itens nos quais é possível trabalhar em conjunto. Isso ajuda a alinhar e reduzir esforços duplicados", explicou Kyle. "Com esta pauta, trabalhamos de forma mais colaborativa remotamente do que quando estávamos todos juntos no mesmo local."

Além de reuniões quase diárias, a equipe também realiza um encontro mensal no local para desenvolvimento de equipes. Neste dia, a equipe se reúne com atividades para quebrar o gelo, desenvolver-se e fazer uma sessão de treinamento sobre uma nova ferramenta ou método de relatório. Cada mês, um membro da equipe diferente lidera. Isso ajuda a manter a equipe conectada e permite que aprendam e cresçam juntos.

As melhores práticas de Kyle:

  • Foco na fomentação de confiança dentro da sua equipe ao criar um ambiente seguro para criatividade e colaboração.
  • Certifique-se de que sua equipe tenha a tecnologia e os recursos para trabalhar em conjunto remotamente de maneira eficiente.
  • Incorpore uma cadência de grupo que mantenha a equipe conectada e agende tempo para trabalho em projeto focado, onde a equipe toda possa ajudar em um projeto maior.

Acreditamos que o nosso campus é fundamental para o futuro da nossa cultura. E acreditamos que flexibilidade seja fundamental para o futuro dos nossos talentos. Confiamos na nossa liderança e nos membros da equipe para conduzir bem este novo modelo de trabalho. Onde realizamos nosso trabalho pode mudar, mas sua importância permanece. Juntos, estamos Preparados para fazer mais (Equipped to Do More).

Artigos de notícias recentes

Faces behind the important work: meet Nithy Nagendran

jul 15, 2021

Meet Electrical Systems Engineer Nithy Nagendran who works at Vermeer Europe, Middle East and Africa (VEMEA) in Goes, the Netherlands. Nithy started at Vermeer in July 2020 working remotely from India due to travel restrictions. However, his interest in engineering was sparked growing up in India and watching his dad work. We asked him about his career in engineering, how he got his start and more!
 

Leia mais

Responsáveis pelo trabalho importante: conheça Michael Berggren

jul 2, 2021

Conheça o engenheiro de projeto II, Michael Berggren. Perguntamos a ele sobre sua carreira em engenharia, como ele começou e muito mais!

Leia mais

Dino Longi encontra a felicidade e sucesso na Vermeer.

mai 17, 2021

Na Vermeer, somos apaixonados por ajudar os membros da nossa equipe a aprender e crescer. Estamos emocionados por celebrar a recente graduação do soldador Welder Dino Longi! Leia a história dele.

Leia mais