Responsáveis pelo trabalho importante: conheça Michael Berggren

Responsáveis pelo trabalho importante: conheça Michael Berggren
Conheça o engenheiro de projeto II, Michael Berggren. Perguntamos a ele sobre sua carreira em engenharia, como ele começou e muito mais!

Como você optou por uma carreira em engenharia?

“Cresci no oeste do estado de Kansas e nunca tinha ouvido falar de engenharia. Na escola, era muito bom em matemática e ciências e eu gostava muito de feiras de ciências. Fiz um daqueles testes vocacionais no ensino médio e vimos que eu tinha inclinação para carreira em engenharia. Eu amava equipamentos agrícolas, então combinei isso com a minha paixão por ciência. Entrei na Universidade do Kansas com o objetivo de projetar equipamentos agrícolas. Depois que me formei, eu me mudei para as Quad Cities e trabalhei em colheitadeiras na Case IH. Vim para a Vermeer em busca de um desafio diferente.”

Descreva seu dia a dia no trabalho.

“Como engenheiro de projeto, nossa função principal é trazer produtos ao mercado. O gestor de produto nos fornece as especificações e projetamos os componentes para atender às necessidades do cliente. Atualmente divido meu tempo entre projeto e qualidade.”

Por que você gosta de trabalhar em engenharia?

“Porque gosto de resolver problemas. Mas também gosto de trazer novos produtos ao mercado para atender às necessidades dos clientes, ouvindo feedback e compreendendo como podemos mudar isso ou aquilo relacionado a um novo produto para atender às necessidades de operação do cliente. Eu realmente gosto do tempo que passamos com nossos clientes finais em testes de campo ou quando recebemos o feedback deles diretamente sobre o que eles gostariam que melhorasse e até mesmo o que eles realmente gostam e não querem que mude.

“Eu também gosto muito da diversidade de pessoas com as quais interajo, ainda mais agora com a parte da qualidade, mas mesmo antes com o cargo em projeto. Ao trabalhar com engenheiros de manufatura, gerentes de qualidade, serviço e vendas, assim como outros grupos de engenharia, tenho a oportunidade de aprender melhores práticas. Às vezes, temos a oportunidade de oferecer suporte em feiras comerciais e bancamos os vendedores.”

Qual a sua parte preferida da engenharia na Vermeer?

“Uma das coisas mais legais para mim é ver uma ideia tomar forma. Muitas vezes, as coisas começam como um conceito ou ideia, um rabisco no papel, então criamos um modelo, às vezes imprimimos uma parte em 3D ou fazemos um protótipo, para depois lançarmos e criar na área de produção. Depois, fico bem ao lado do produto quando participo de uma feira comercial, vejo um cliente comprá-lo e eventualmente utilizá-lo em campo, com desempenho conforme esperado. Para mim, pessoalmente, a cereja do bolo é fazer um modelo em escala reduzida dele para colocar na minha mesa.

“Também gosto da natureza prática que a engenharia representa na Vermeer, o envolvimento nas fases iniciais, a construção de protótipos, o tempo em campo realizando testes e resolvendo problemas. Eu gosto de arregaçar as mangas e ver o que precisa ser consertado.”

Que conselho você daria para alguém que esteja interessado em uma carreira em engenharia?

“Em primeiro lugar, engenheiros utilizam matemática o tempo todo. Você gosta de matemática? É algo que você acredita que possa desenvolver? Além disso, a ciência e a resolução de problemas por trás disso. Algo que vejo em mim mesmo e que recomendaria é tentar coisas novas. Muitas vezes, a resolução de problemas pode levar a olhar para os problemas de forma diferente. A outra coisa comum às pessoas bem sucedidas no setor de engenharia é que elas têm uma visão do que querem fazer com isso.”

Artigos de notícias recentes

Faces behind the important work: meet Reza Morsali

jul 28, 2021

Meet Engineer II - Research and Development Reza Morsali who works at the Vermeer Applied Technology Hub (VATH) in Ames, Iowa. Reza started at Vermeer just over a year ago in January 2020.
 

Leia mais

Os rostos por trás do trabalho importante: conheça Nithy Nagendran

jul 15, 2021

Conheça o engenheiro de sistemas elétricos Nithy Nagendran, que trabalha na Vermeer Europa, Oriente Médio e África (VEMEA) em Goes, na Holanda. Nitty entrou na Vermeer em julho de 2020, trabalhando remotamente da Índia, devido às restrições de viagens. No entanto, seu interesse em engenharia surgiu quando ainda era um garoto na Índia e via seu pai trabalhar. Perguntamos a ele sobre sua carreira em engenharia, como ele começou e muito mais!
 

Leia mais

Trabalhe onde as coisas funcionam

jun 30, 2021

No começo da pandemia, reagimos rapidamente para proteger os membros da nossa equipe e nossas comunidades da COVID-19. Contudo, estamos saindo dessa pandemia com pesquisa, feedback organizacional e uma mentalidade focada no futuro. Pesquisas da Gartner, Harvard Business Review e Microsoft, citando algumas, indicam que não podemos voltar à forma como as coisas eram antes da pandemia.

Leia mais