Fechando a separação digital

Pella, IA-A maioria das pessoas nos Estados Unidos não pensa duas vezes para ter acesso à Internet de alta velocidade em casa. Hoje, isto é tão essencial quanto o ar condicionado.

Mas assim como algumas casas não têm ar condicionado central, a Internet de banda larga ainda não é universal. Esta separação digital é particularmente maior entre as áreas rurais e urbanas. De acordo com o governo federal, os americanos que vivem em áreas urbanas têm probabilidade três vezes maior de ter acesso à banda larga de próxima geração do que aqueles em áreas rurais — e aproximadamente 15 milhões de pessoas do campo não têm acesso à banda larga e nível de entrada em suas casas.

Os apelos para mudar esta situação estão vindo do mais alto nível do governo dos Estados Unidos

“Hoje, a banda larga de alta velocidade não é um luxo, mas uma necessidade,” disse o Presidente Barack Obama num discurso em Iowa, em 2015, quando promovia a expansão do acesso às comunicações por banda larga.

Naquele mesmo estado, a empreiteira de serviços públicos Quality Communications LLC tem feito a sua parte para eliminar a separação digital instalando linhas de fibra ótica em áreas rurais para diversas companhias de comunicação. Um caso foi um projeto no outono passado que instalou 130 km de fibra ótica para melhorar os serviços de telefone e Internet, incluindo a recepção online de vídeo, no oeste de Iowa.

Há um sentimento extra de satisfação em trabalhos como este, disse John Krajicek, que com o seu irmão Mike é co-proprietário da Quality Communications.

“Este trabalho traz para os clientes rurais serviços aos quais eles normalmente não podem ter acesso,” diz ele.

O projeto foi também um exemplo de que trabalhar em áreas rurais nem sempre é fácil como pode parecer. A presença de redes de utilidades, controle de tráfego, condições do solo variáveis e terrenos acidentados, tudo interferiu com as condições de trabalho.

“O velho ditado que diz que cada dia é um novo dia — pode ser assim no mundo da perfuração direcional,” diz Rich Krajicek, um outro irmão e um dos líderes de equipe da Quality Communications.

DE UM INSTALADOR DE CABOS PARA DIVERSAS PERFURATRIZES

Esta experiente companhia de instalação de utilidades percorreu um longo caminho desde a sua fundação.

John e Mike Krajicek fundaram a Quality Communications em 1999 na sua cidade natal de Denison, Iowa, sem experiência anterior na indústria. Eles operavam uma oficina de reparos de semirreboques e automóveis e serviços com pneus e soldagem. Uma noite, um amigo que trabalhava para uma companhia telefônica perguntou se eles estariam interessados em instalar ramais de cabos de telefone entre a linha principal e os prédios, como uma residência ou uma firma.

Eles compraram um instalador de cabos, uma nova caminhonete e construíram o seu próprio reboque — e o negócio estava pronto e funcionando.

Depois de dois anos, a companhia telefônica com a qual trabalhavam foi adquirida por outra e os novos donos disseram que se eles quisessem manter os serviços teriam de instalar também os cabos principais. Foi assim que a Quality Communications entrou na perfuração direcional horizontal (HDD).

“Tivemos algumas hastes entortadas e plantamos uma broca que ainda não se transformou numa árvore,” diz Rich Krajicek sobre a primeira vez que operaram uma perfuratriz.

A Quality Communications tem hoje 15 empregados em tempo integral constituindo quatro equipes. Cada equipe tem uma perfuratriz direcional horizontal e um trator que trabalha com o operador montado mais um instalador de cabos vibratório como implemento. A companhia faz instalações elétricas, de água, esgoto, geotérmicas e outros serviços, mas a maior parte do seu trabalho é de instalações de fibra de telecomunicações.

SERVIÇO DE FIBRA

Isto inclui os serviços de fibra ótica no oeste de Iowa no outono passado para a Farmers Mutual Telephone Co., de Harlan, Iowa. A companhia telefônica queria uma melhoria porque os seus cabos de cobre existentes não eram capazes de proporcionar às comunidades rurais os serviços esperados hoje em dia. A Quality Communications foi contratada para instalar 130 km de cabos de fibra ótica com a linha subterrânea protegida por conduítes SDR 13.5 variando em tamanho de 2,5 cm a 10,2 cm.

Cerca de dois terços do projeto foi concluído com um trator que opera com operador montado Vermeer RTX1250 tendo como implemento um instalador de cabos vibratório para enterrar diretamente a linha ao longo da estrada.

O trabalho restante foi concluído utilizando uma perfuratriz direcional horizontal, especialmente sob tubulações de drenagem e cursos d'água. Eles usaram uma perfuratriz direcional horizontal Vermeer D20x22 Series II Navigator® para a maioria das seções com tubulações de drenagem enterradas e para os riachos menores. Para os riachos maiores e os solos mais duros, valeram-se de uma perfuratriz direcional horizontal Vermeer D24x40 Navigator®.

Eles também testaram a nova perfuratriz direcional horizontal Vermeer D23x30 S3 Navigator®, que John Krajicek diz ser uma máquina notável.

“Nós sentimos que as perfuratrizes da Vermeer são as mais econômicas do mercado para a nossa indústria,” diz ele. “O suporte e a manutenção têm sido excelentes.”

A companhia mantinha uma ou duas equipes trabalhando no projeto, dependendo das condições do tempo.

CONDIÇÕES VARIÁVEIS

As seções variavam de 30,5 a 91,4 m. A cobertura requerida era de 1,5 m para redes de drenagem e de 2,4 m para cursos d'água.

As drenagens e os riachos são comuns em áreas de agricultura e servem de lembrete de que o ambiente rural pode ser desafiador para as equipes de instalação subterrânea, ainda que os canteiros urbanos estejam mais associados a obstáculos acima e abaixo do solo.

O terreno acidentado e o tempo chuvoso dificultaram bastante o posicionamento correto das perfuratrizes. O mesmo decorreu do tráfego. As áreas rurais podem não ter o mesmo volume de tráfego que uma cidade, mas são comuns os grandes caminhões e os equipamentos das fazendas, como os tratores.

“Temos grande orgulho em operar com segurança e garantindo que as pessoas que viajam pelas estradas permaneçam seguras,” diz John Krajicek.

Também como numa cidade, a infraestrutura subterrânea em áreas rurais está se tornando cada vez mais congestionada. Isto faz com que localizar as linhas existentes seja uma parte importante do trabalho.

“As pessoas pensam ‘rural,’ mas ainda há redes elétricas enterradas; diz John Krajicek. “Havia o velho sistema de cabos de cobre sob o solo neste serviço. Há uma infinidade de redes rurais de água. Nós constantemente tínhamos de lidar com outras utilidades.”

CONDIÇÕES DO SOLO VARIÁVEIS

As condições do solo também podem constituir um desafio. Neste trabalho, a equipe da Quality Communications encontrou argila, areia e pedras em diferentes perfurações.

“Fica muito difícil quando você atinge pedras, argila e areia,” diz John Krajicek. “Fica difícil guiar. É importante ter um bom operador na perfuratriz que seja cuidadoso e meticuloso.”

Para os furos piloto, a equipe alternava entre brocas Gladiator™ Club da Vermer de 10,2 cm e 12,7 cm. Foi o método de trabalho para a maior parte dos furos, exceto aqueles com rochas duras ou travessias de rios, quando tinham de usar uma broca especial para rocha. John Krajicek disse que foi constatado que a broca Gladiator Club tem bom desgaste.

Quando tinham de alargar o furo retrocedendo, usavam um alargador tipo flauta. Novamente, é algo com que tiveram sorte, e gostaram da maneira como ele mistura o fluido de perfuração e mantém o fluxo para fora do furo.

GESTÃO DA FROTA

Para a Quality Communications, a gestão da frota é um outro aspecto de cada projeto que executam. As quatro equipes, tipicamente, operam ao mesmo tempo em múltiplos canteiros de obras. A gerência precisa assegurar que cada projeto tenha o pessoal e os equipamentos apropriados. A comunicação é a chave para garantir que as coisas saiam bem do ponto de vista da logística. John Krajicek diz que conversa com os líderes de equipe sobre os seus projetos, equipamentos e clientes.

Ele também diz que é importante não ficar com equipamentos inadequados.

“Eu sempre acreditei muito em ter equipamentos suficientes para fazer o trabalho, de modo que, ao chegar num canteiro você é capaz de fazer tudo o que precisa ser feito,” diz ele.

RECEBENDO AGRADECIMENTOS

O trabalho para a Farmers Mutual Telephone Co. foi concluído em quatro meses sem quaisquer problemas maiores. Isto não quer dizer que não foi notável. As pessoas que vivem e trabalham ao longo da nova linha de fibra de 130 km têm agora um serviço de Internet muito melhor do que antes.

Em serviços como este, a Quality Communications algumas vezes ouve palavras de apreciação dos clientes.

“Eles chegam e dizem, ‘Vocês fizeram um excelente trabalho. Rapaz, há anos que esperávamos por isto,’” diz Rich Krajicek. “É recompensador quando os residentes, comerciantes e fazendeiros dizem isto.”

 

 

 

 

© 2015 Vermeer Corporation. Todos os Direitos Reservados.

Este site usa cookies para garantir que você obtenha a melhor experiência em nosso site. Ao continuar a usar este site, você concorda com o uso de cookies.